5 Animais em risco de extinção

Animais em risco de extinção

O que aconteceu com eles?

Por causa de ações do ser humano, diversas espécies de bichos correm risco de extinção atualmente. Conheça algumas delas e faça sua parte para que esses e outros animais continuem existindo!

1°) Tigre siberiano

5 Animais em risco de extinção
Getty Images

tigre-siberiano, também conhecido como tigre-de-amur, é uma das 6 subespécies de tigre ainda existentes. É o maior entre todos os felinos e sofre com a caça e a destruição do local onde vive. Habita áreas próximas ao Rio Amur na Sibéria extremo leste da Rússia, e uma pequena área no nordeste da China.

Pesa mais de 300 kg e alcança 3,7m. No começo da década passada, segundo a lista de animais em extinção da IUCN, havia apenas 360 exemplares selvagens (A National Geographic fala em 500).

2º) Orangotango-de-sumatra

5 Animais em risco de extinção
Getty Images

Orangotango-de-sumatra é uma das duas espécies de orangotangos. São encontrados apenas na ilha de Sumatra, sendo a mais rara das duas espécies (aproximadamente 7300 indivíduos em estado selvagem).[Os machos podem atingir 1,5 metros de altura e chegam a pesar 90 quilos, porém as fêmeas, são bem menores e podem atingir 90 cm e pesar 45 quilos.

3º) Iguana Rosa de Galápagos

5 Animais em risco de extinção
(Photo: Tui De Roy/Getty Images

A Iguana rosa de Galápagos foi vista pela primeira vez por guardas florestais do arquipélago em 1986, nas encostas de um vulcão da ilha de Isabela. Mas só em 2000 a espécie começou a ser analisada por cientistas.

Foi a partir de estudos de iguanas, pintassilgos e tartarugas de Galápagos, em 1835, que o britânico Charles Darwin desenvolveu a teoria da evolução das espécies por seleção natural.

Existem menos de cem espécimes de iguanas rosadas.

4º) Gato-maracajá

5 Animais em risco de extinção

gato-maracajá ou simplesmente maracajá é um felino nativo da América Central e América do Sul. Pequeno, o gato-maracajá mede de 30cm a 48cm de altura e não pesa mais que 5kg.  Seus olhos grandes e suas orelhas redondas são propícias para que consiga capturar com mais eficácia suas presas.

O ser humano mata o gato-maracajá para vender a pele ou por achar que ele pode destruir criações de galinhas. Além, claro, de destruir o habitat onde esse bicho mora. Existem na natureza cerca de 4,7 mil.

5º) Guaruba

5 Animais em risco de extinção

Além de ser uma vítima da destruição do ambiente onde vive, a guaruba sofre com o tráfico de aves silvestres. Registros do século 16 já falavam sobre a existência dessa ave. Também chamada de ararajuba, ela constrói ninhos apenas em árvores de, no mínimo, 15 metros de altura.

Vivem na amazônia, pode medir até 4 centímetros de comprimento e, em média, 400 gramas. Tempo de vida, entre 30 e 40 anos. Existem menos de 14 mil na natureza.

 

Referências :

Tigre Siberiano

Orangotango-de-sumatra

Iguana Rosa de Galápagos

Gato-maracajá

Guaruba

Leia também :

 

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.