A Ciência dos Super-Heróis: Hulk

O INCRÍVEL HULK:

Desviar a trajetória de um asteroide inteiro no muque, no universo do Hulk é possível, mas e no nosso universo? Os cientistas têm progredido consideravelmente no estudo dos genes que estimulam a formação e o crescimento de músculos.

Há a possibilidade de que esse conhecimento acabe levando a uma espécie de “doping genético”, aumentando de forma apreciável a força natural de qualquer sujeito, o que pode ser considerado uma especie de Biohacking.

A Ciência dos Super-Heróis: HulkUm dos exemplos mais conhecidos, estudado por pesquisadores como Lee Sweeney, da Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia (EUA), é o fator de crescimento semelhante à insulina 1. Sweeney descobriu que, ao inserir cópias extras desse gene no DNA de ratos de laboratório, até os animais sedentários tinham um aumento de 15 a 30% na massa e na força musculares.

Se os bichos tinham a chance de se exercitar, usando aquelas famosas rodinhas comuns em gaiolas de roedores, esse aumento era quase o dobro do que se via num rato sem modificações genéticas. E os músculos super crescidos continuavam ativos durante toda a vida dos bichos.

Para explicar a metamorfose do Incrível Hulk, precisamos usar um pouquinho mais de imaginação. Quando a radiação gama atinge o DNA, ela provoca sérios danos à sua estrutura. O nosso organismo é capaz de reparar alguns desses danos sem que as moléculas percam muitas de suas funções.

Contudo, se os danos forem muito grandes — como seria esperado de um indivíduo exposto a uma explosão gigante de raios gama —, é possível que o DNA se reorganize com novas instruções genéticas.

RAIOS GAMA:


A Ciência dos Super-Heróis: Hulk

Raios gama é um tipo de radiação eletromagnética de alta frequência que é produzida por elementos radioativos que se desintegram. Em razão da enorme energia, os raios possuem um tipo de radiação ionizante com capacidade de penetrar profundamente na matéria.

Em razão da sua elevada energia, a radiação gama pode causar danos ao núcleo das células, por isso eles são utilizados em pequenas proporções, como para esterilizar equipamentos médicos e alimentos.

A cor verde do Hulk não precisa de uma explicação científica. Ela é o resultado de um erro de impressão dos primeiros gibis do Hulk, onde o personagem originalmente seria cinza.

Vídeo:

Referência:

Brasilescola.uol

Super.abril

Mega curioso

Todas as imagens desta página foram utilizadas apenas para ilustrar o post, as mesmas pertencem ao(s) seu(s) legítimo(s) proprietário(s), por direito.

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.