Como treinar o seu cérebro?

Há quem diga que nunca jogou e que não gosta desse tipo de coisa, mas a verdade é que jogos sempre fizeram parte da evolução das civilizações, desde pequenos agregados familiares às imensas metrópoles. A humanidade, e até outras espécies animais, criou jogos com diversos objetivos, para ocupar o tempo e afastar o ócio, para exercitar o físico e capacidades mentais, para interagir e fortalecer as relações com os demais integrantes, para conquistar bens deles (risos!). O fato é que jogar para nós é tão natural quanto respirar.

Embora trouxemos essa introdução, o presente tópico trata da origem, ou melhor do que tomam como início, dos jogos eletrônicos, que definiram o começo de uma era e dominam o cenário atual, e da influência deles no treinamento das capacidades cognitivas, e possíveis malefícios. Para informações sobre jogos clássicos  de tabuleiro, de memória, de cartas, entre outros, deixaremos links logo abaixo. Afinal, curiosidade é o combustível que alimenta a chama do conhecimento.

Mesmo sabendo que o primeiro console de videogame comercializado da história fora o Odyssey 110, de 1971, no início dos anos 1960, surgira o primeiro jogo eletrônico, o OXO criado para o computador EDSAC e que reproduzia o velho jogo da velha. Antes dele um computador batizado de Nimrod, desenvolvido por John Bennet e construído pela Ferranti, apresentara-se ao mundo em 1951 num festival britânico, e trazia consigo a capacidade de calcular e demonstrar tais resultados através de pontos luminosos, enquanto reproduzira os movimentos contra o usuário num jogo matemático chamado Nim, de origem chinesa.

Atualmente há uma gama enorme de aparelhos que trazem e executam jogos, desde os tradicionais consoles, passando por jogos em computador e aqueles embutidos em TVs e outros aparelhos, chegando até os smartphones como aplicativos de fácil instalação.

O interessante disso tudo é que não é de hoje que cientistas e outros diversos profissionais investem na criação de dispositivos que interagem e desafiam o usuário, cobrando dele a destreza na tomada de decisão, cada vez mais rápida, treinando dessa forma o seu cérebro.

E para quem quer utilizar esse tipo treino, segue abaixo uma lista de aplicativos disponíveis para esse intuito.

Autor: Diego Rodrigues

Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/OXO

https://en.wikipedia.org/wiki/Nimrod_(computing)

http://www.dcs.warwick.ac.uk/~edsac/

Para mais informações:
http://www.cartaeducacao.com.br/aulas/a-magnifica-historia-dos-jogos%E2%80%A8/
https://demonweb.wordpress.com/2008/06/18/uma-breve-historia-dos-jogos/

Lista de apps:
https://olhardigital.com.br/noticia/conheca-7-aplicativos-que-prometem-treinar-seu-cerebro/48748

Vídeo: Para assistir o vídeo com legenda Clique no “Assista em youtube.com” e ative as legendas.

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.