Conheça Elasmotherium o ‘unicórnio’ que habitou a Terra

Conheça Elasmotherium o 'unicórnio' que habitou a Terra

Elasmotherium, também conhecido como Rinoceronte gigante da Sibéria. Era um parente próximo dos atuais rinocerontes porém era três vezes maior.

Era um rinoceronte gigante, com dois metros de altura, seis metros de comprimento e um chifre único em sua testa com dois metros de altura. O animal devia pesar em torno de cinco toneladas. As patas traseiras eram mais longas que as dianteiras, para facilitar os possíveis golpes.

Origem do mito

Acredita-se que o Elasmotherium deu origem ao mito moderno do Unicórnio, como descrito por testemunhas na China e Pérsia.

Ahmad ibn Fadlan, viajante muçulmano cujos escritos são considerados uma fonte confiável, diz ter passado por locais onde homens caçavam o animal. Fadlan, inclusive, afirma ter visto potes feitos com chifres do unicórnio.

Fóssil encontrado

Conheça Elasmotherium o 'unicórnio' que habitou a Terra
Restauração de 1878 (Foto: Rashevsky)

Um fóssil perfeitamente preservado, encontrado no Cazaquistão, pode mudar a concepção que os cientistas tinham da espécie Elasmotherium sibiricum.

Especialistas imaginavam que o animal já extinto habitou a Terra há cerca de 350 mil anos. Através de técnicas de datação de radiocarbono, o novo achado, no entanto, sugere que a espécie ainda estava por aqui há cerca de 29 mil anos.

Segundo o estudo publicado no American Journal of Applied Science, o fóssil encontrado pertencia a um macho já velho.

(Com informações do Science Alert.)

Para saber mais :

  1. Elasmotherium sibiricum

  2. Revista Galileu

  3. Grandes Animais Extintos

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada - Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.