Origem da Palavra Trabalho

Ela viria de tripalium (ou trepalium), que era, a princípio, um instrumento utilizado na lavoura. Em fins do século VI, este passou a ser também o nome de um instrumento romano de tortura. A palavra é composta por “tri” (três) e “palus” (pau) – o que poderia ser traduzido por “três paus”. Argumenta-se que daí surgiu o termo tripaliare (ou trepaliare), que significava acometer alguém ao tripalium.

Dessa raiz romana teriam saído os termos das línguas latinas de hoje em dia. Datamos da Baixa Idade Média e do fortalecimento das línguas geradas do casamento entre os dialetos bárbaros e os resquícios romanos o surgimento de expressões como trabalho (em português), travail (francês), trebajo (catalão), trabajo (espanhol), e travaglio (em italiano, sendo associado ao trabalho de parto). A palavra labor (inglês) e lavoro (em italiano) são também um resquício da antiguidade, onde se diferenciava o trabalho do labor. Hoje são considerados sinônimos.

Construtor de Catedrais Medievais Mesmo antes de ser associada aos elementos de tortura medieval, trabalhar significava a perda da liberdade. Quem trabalhava em Roma era o escravo; o patrício estava incumbido das atividades políticas. Era também essa a divisão que chegou ao medievo. A sociedade estava dividida entre os bellatores, os oratores e os laboratores. Os primeiros eram os cavaleiros, responsáveis pela guerra (a palavra tem mesma raiz do nosso bélico); os seguintes, oravam; e os últimos trabalhavam. Na prática, esta divisão era social: a nobreza (que depois viria a perder essa característica da guerra), a igreja e os camponeses.

Foi ainda nesse período que a palavra passou a ser resignificada. Ao passar para a Baixa Idade Média, muitas foram as transformações sociais ocorridas na Europa. Da origem, a palavra trazia a noção ser um suplício, uma tortura, uma condição inferior. Foi com a retomada da urbanização e o comércio em substituição a uma economia fechada que as funções dos laboratores passaram a ser mais valorizadas.

Ao entrarmos no século XVI, com o Renascimento, os sistemas econômicos e o Estado passam a um novo patamar. Cria-se uma economia mundializada, onde o trabalho passa ao seu papel de importância máxima. E aí começa outra mudança: de tarefa para os não livres, passa a ser um enobrecimento, uma atividade humana importantíssima.

E hoje? Qual é o significado do trabalho? O que é trabalho para você?

Fonte:

http://www.ufrgs.br/e-psico/subjetivacao/trabalho/etim_trab.htm

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.