Os gigantes da Terra

Se eu fizer uma pergunta e quiser que me respondas em segundos, conseguirias dizer? Então vamos lá. Qual o maior organismo vivo em extensão da Terra? Muitos pensariam: “É óbvio que seria a baleia-azul”. Mas presta atenção. Repetindo a pergunta: Qual o maior ORGANISMO vivo em extensão da Terra? Peguei, hein?

Por mais estranho que pareça esse organismo pode ser um fungo. Sim, do mesmo reino fungi, ao qual pertencem os cogumelos. Diz-se que pode sê-lo, pois tal título ainda é duvidoso devido à existência de uma potencial candidata: uma floresta inteira!

O fato é que esses organismos compartilham de uma característica comum, são colônias clonais, seus “descendentes” são, na verdade, parte do organismo ancestral. Ou seja, todos os “indivíduos” são apenas mais uma parte do organismo anterior que apenas espalhou-se, aumentando sua extensão, consequentemente sua área de captação de recursos. Então quais seriam esses candidatos?

Armillaria solidipes

Na tentativa de identificar a causa da morte de diversas árvores na Floresta Nacional de Malheur, em Oregon, o serviço florestal dos Estados Unidos deparou-se com algo inacreditável, um fungo de quase 9 km² era responsável pela morte e decomposição de um número assustador de árvores, sendo a maioria pinheiros.

Para entender, esse fungo é, na verdade, uma malha de filamentos chamados de rizomorfos, que são cinza e espalham-se pela superfície, e micélios, tubulares e subterrâneos. Sendo esse último tipo de filamento responsável pela fusão de indivíduos geneticamente idênticos para a formação de um indivíduo único.

Enquanto esse “monstro” espalha-se pelo subterrâneo e ataca diversas árvores imergindo das profundezas, ele deixa lindos e inofensivos “cogumelos do mel” na superfície indicando sua presença.

Pando

Da espécie dos álamos-trêmulos (Populus tremuloides), essa árvore gigante é uma colônia-clonal localizada em Utah, EUA, e detém um sistema de raízes imenso considerado como um dos organismos mais antigos, com aproximadamente 88 mil anos de idade. Essa colônia ocupa 43 hectares do estado americano e pesa aproximadamente 6,6 mil toneladas, com uma média de 40 mil troncos.

Seu nome de batismo é um desdobramento na primeira pessoa do verbo latino pandere que significa espalhar. Mas outra definição para o mesmo indivíduo é “gigante trêmulo”.

Para mais informações sobre colônias-clonais: https://es.wikipedia.org/wiki/Colonia_clonal

Vídeo:

Referências:

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/12/151202_vert_earth_fungo_lab

https://pt.wikipedia.org/wiki/Armillaria_solidipes

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pando_(%C3%A1rvore)

Todas as imagens desta página foram utilizadas apenas para ilustrar o post, as mesmas pertencem ao(s) seu(s) legítimo(s) proprietário(s), por direito.

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.