Rato-Toupeira-Pelado

O rato-toupeira-pelado (Heterocephalus glaber) é um roedor da família Bathyergidae e a única espécie do gênero Heterocephalus.

Pode ser encontrado na Somália, Etiópia central e muito no norte e leste do Quênia, estendendo-se ao sul até o Parque Nacional de Tsavo Ocidental e a cidade de Voi.

Também é registrado no Djibouti, sugerindo que a espécie tinha uma distribuição geográfica mais ampla que a atual.

Essa espécie de rato, como todos os roedores, possui dentes incisivos que nunca param de crescer e que precisam ser gastos constantemente.Eles gastam seus dentes cavando. Segundo pesquisas recentes, esses ratos têm uma longevidade maior do que outros ratos, e também parece que eles são resistentes ao câncer e qualquer tipo de dor como fogo, pimenta e outros produtos químicos, explicação para a resistência poderia ser o local onde os animais vivem, no subterrâneo com níveis baixos de oxigênio e altas concentrações de amônia e dióxido de carbono, que afetariam nervos que o animal “desliga” para sobreviver.

Recentemente pesquisadores publicaram na revista Science o motivo pelo qual esses animais conseguem sobreviver em ambientes com baixa concentração de oxigênio. Eles metabolizam a frutose assim como as plantas. Nesse novo estudo, os pesquisadores expuseram os ratos-toupeira-nu a baixas condições de oxigênio no laboratório e descobriram que ocorre a liberação de grandes quantidades de frutose para a corrente sanguínea. A frutose, descobriram os cientistas, foi transportada para as células do cérebro por meio de bombas de frutose molecular, que em todos os outros mamíferos são encontradas somente em células do intestino.

Os ratos-toupeiros-nus, vivem de forma muito similar às formigas, essa espécie de rato é conhecida por viver a vida inteira (ou maior parte dela), embaixo do solo, sendo , raramente vistos na superfície. A rainha do grupo acasala-se com um único macho, é ela quem comanda os outros membros do grupo, ela mantém o controle através dos feromônios que libera em sua urina, quando os outros entram em contato com a urina ficam suscetíveis a ela.

A rainha impede qualquer membro do grupo de acasalar, as fêmeas são impedidas através dos feromônios, os machos são surrados e empurrados por ela quando estão com interesses reprodutivos. A reprodução por parte dos membros do grupo só é feita quando um macho sai da toca, a procura de outra para poder acasalar.

Referência:

Todas  as imagens desta página foi utilizada apenas para ilustrar o post , as mesmas pertencem ao seu legítimo proprietário, por direito.

 

http://www.bbc.com/news/health-22961694

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.

  • Beto Durán

    Muito interesante!

  • Andre Santos

    Super Rato

  • Davson Filipe

    isso é um rato mutante!!