Você já ouviu falar no Cometa Halley?

Você já ouviu falar no Cometa Halley?

Cometa Halley

cometa Halley é um cometa grande e brilhante que orbita em torno do Sol, em média, a cada 76 anos, quer dizer, seu período orbital pode oscilar entre 74 e 79 anos.

Trata-se de um dos mais conhecidos e brilhantes cometas (visível a olho nu) de periodicidade “curta” do cinturão de Kuiper. Foi observado pela última vez em 1986 nas proximidades da órbita terrestre, calcula-se que a próxima visita seja no ano de 2061, a anterior ocorreu em 1910.

Sua descoberta

O cometa Halley foi o primeiro a ser reconhecido como periódico, sua órbita foi calculada pela primeira vez pelo astrônomo Edmund Halley em 1705. Foi observado anteriormente pelo astrônomo alemão Regiomontano. Há relatos de que este cometa foi visto pela primeira vez no ano de 239 a.C.

Em suas observações, Edmund Halley comprovou que as características do cometa coincidiam com as descritas em 1531 (descritas por Pietrus Apianus) e, em 1607, observadas, em Praga, por Johannes Kepler.

Halley concluiu que correspondiam ao mesmo objeto celeste, que retornava a cada 76 anos. Assim, fez a estimativa da órbita e previu sua reaparição para o ano de 1757.

Sua previsão não foi totalmente correta, visto que o cometa retornou no dia 25 de dezembro de 1758. Neste caso, a atração gravitacional de Júpiter e de Saturno foi responsável pelo atraso do cometa, fato que Halley não pôde contemplar, pois faleceu em 1742.

Sua ultima aparição

Você já ouviu falar no Cometa Halley?
Cometa Halley passou pela última vez no Sistema Solar em 1986 – Wikimedia Commons

Em 9 de fevereiro de 1986, o cometa Halley atingia seu mais recente periélio (ponto de maior aproximação do Sol). Depois de encantar, e assustar, o mundo na sua passagem anterior pela região interior do Sistema Solar, em 1910, o mais famoso destes objetos celestes era aguardado com grande expectativa, mas sua nova visita acabou se tornando uma grande decepção para muitos.

E as razões para isso foram variadas. Quando esteve na vizinhança da Terra no início do século XX, o Halley estava no mesmo lado da órbita do Sol que nosso planeta e chegou a apenas cerca de 22,5 milhões de quilômetros dele. Além disso, em maio de 1910 a Terra inclusive atravessou a cauda do cometa, o que criou certo pânico global depois que os cientistas descobriram que ela continha cianogênio, um gás tóxico.

Já em 1986, o Halley se aproximou do Sol, momento em que os cometas costumam atingir seu maior brilho, do outro lado da posição orbital da Terra, numa aparição considerada sob as piores condições registradas nos últimos 2 mil anos.

Sua próxima aparição

Já as próximas visitas do Halley prometem ser mais grandiosas. Atualmente ainda se distanciando do Sol, ele está a mais de 5 bilhões de quilômetros de nossa estrela, mais longe que Netuno, e só chegará ao afélio em setembro de 2023, quando então voltará a “cair” em direção ao Sistema Solar interior.

Seu próximo periélio está previsto para o fim de julho de 2061 e, desta vez, o cometa fará sua aproximação do mesmo lado do Sol em que a Terra estará e espera-se que sua magnitude máxima atinja -0,3. Mais espetacular ainda, porém, será a aparição seguinte, esperada para 2134. Nela, o Halley deverá passar a meros 13 milhões de quilômetros de nosso planeta, apresentando uma magnitude aparente estimada em -2, mais brilhante Sirius, a estrela mais brilhante do céu

Qual será sua idade na próxima aparição?

Referências :

  1. https://goo.gl/KBkRgw
  2. https://goo.gl/jgEacA
  3. Leia também : Chuvas em mundos diferentes 

Davson Filipe é Técnico em Eletrônica, WebDesigner e Editor do Realidade Simulada – Blog que ele próprio criou com propósito de divulgar ciência para o mundo. Fascinado pelas maravilhas do universo, sonha em um dia conhecer a Nasa.